Seu browser não dá suporte a Javascript!
Acesso à informaçãoImagem Portal de Estado do Brasil
Home separador Últimas Notícias separador IFSul abre novas inscrições para estudantes em situação de vulnerabilidade social solicitarem cesta básica

IFSul abre novas inscrições para estudantes em situação de vulnerabilidade social solicitarem cesta básica

Estudantes de ensino médio e superior da instituição que necessitarem do auxílio poderão declarar seu interesse por meio de formulário

Após realizar a entrega dos dois primeiros lotes de cestas básicas a mais de 1.100 estudantes, o IFSul está com inscrições abertas para estudantes em situação de vulnerabilidade social que ainda não estejam cadastrados para o recebimento das cestas. Os estudantes de ensino médio e superior da instituição que necessitem do auxílio deverão declarar seu interesse por meio do formulário disponibilizado no site do instituto.

>> CLIQUE AQUI PARA FAZER A SUA SOLICITAÇÃO

Compostas por itens como arroz branco, extrato de tomate, açúcar, ervilha em conserva, farinha, macarrão, sal, óleo e sardinha em lata, as cestas básicas foram viabilizadas dentro de uma ação institucional voltada a estudantes em situação de vulnerabilidade social. A ação teve início em maio e se estende até o mês de agosto. Em todas as ocasiões, cada câmpus adotará medidas específicas para não promover nenhum tipo de aglomeração na entrega dos kits de alimentos.

De acordo com a chefe do Departamento de Gestão da Assistência Estudantil (Degae), Liliane Ores, a proposta da ação é “atender a todos que necessitarem, mas, caso a demanda seja muito elevada, serão priorizadas as famílias em maior situação de vulnerabilidade social”. As novas inscrições, segunda ela, serão recebidas até a próxima entrega das cestas ou até que a disponibilidade orçamentária seja atingida.

 

As novas distribuições estão previstas para o início de julho e de agosto. Nas entregas seguintes, as cestas também contarão com produtos da agricultura familiar, como feijão e leite em pó, que estão sendo comprados em processo distinto dos produtos industrializados por se tratar de chamada pública. A compra dos insumos foi realizada com recurso disponível proveniente do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), no caso de estudantes de ensino médio, e de verba própria do instituto, no caso de estudantes de ensino superior.

Estudantes de ensino médio e superior da instituição que necessitarem do auxílio poderão declarar seu interesse por meio de formulário

Após realizar a entrega dos dois primeiros lotes de cestas básicas a mais de 1.100 estudantes, o IFSul está com inscrições abertas para estudantes em situação de vulnerabilidade social que ainda não estejam cadastrados para o recebimento das cestas. Os estudantes de ensino médio e superior da instituição que necessitem do auxílio deverão declarar seu interesse por meio do formulário disponibilizado no site do instituto.

>> CLIQUE AQUI PARA FAZER A SUA SOLICITAÇÃO

Compostas por itens como arroz branco, extrato de tomate, açúcar, ervilha em conserva, farinha, macarrão, sal, óleo e sardinha em lata, as cestas básicas foram viabilizadas dentro de uma ação institucional voltada a estudantes em situação de vulnerabilidade social. A ação teve início em maio e se estende até o mês de agosto. Em todas as ocasiões, cada câmpus adotará medidas específicas para não promover nenhum tipo de aglomeração na entrega dos kits de alimentos.

De acordo com a chefe do Departamento de Gestão da Assistência Estudantil (Degae), Liliane Ores, a proposta da ação é “atender a todos que necessitarem, mas, caso a demanda seja muito elevada, serão priorizadas as famílias em maior situação de vulnerabilidade social”. As novas inscrições, segunda ela, serão recebidas até a próxima entrega das cestas ou até que a disponibilidade orçamentária seja atingida.

As novas distribuições estão previstas para o início de julho e de agosto. Nas entregas seguintes, as cestas também contarão com produtos da agricultura familiar, como feijão e leite em pó, que estão sendo comprados em processo distinto dos produtos industrializados por se tratar de chamada pública. A compra dos insumos foi realizada com recurso disponível proveniente do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), no caso de estudantes de ensino médio, e de verba própria do instituto, no caso de estudantes de ensino superior.